Rede Minas comemora aniversário com nova grade de programação

A campanha “Contando Histórias pelos Caminhos da Mineiridade” reforça o compromisso de ser a vitrine do mosaico social e cultural das “Gerais+Minas” – que agora ganha também um site.

Contando o tempo, a Rede Minas completa 37 anos consolidada como emissora pública pautada pelos conteúdos de interesse dos mineiros. E que, com a maturidade, se aproxima ainda mais das raízes do estado. O aniversário é na quarta, 8 de dezembro mas as comemorações começam na segunda, 6 de dezembro, quando estreiam novos programas e novas temporadas que dialogam com as cores, sabores, saberes, aromas e histórias da cultura popular.

Mulhere-se, Estações, Minas da gente e Cinematógrafo chegam para a festa com novas temporadas. Já o Sabor & Afeto é a nova atração da emissora, com sabores e saberes do interior de Minas Gerais. Outra novidade na grade é o retorno do Palavra Cruzada, tradicional programa de entrevistas da emissora. Confira os horários e programação completa abaixo.

Junto com as novidades na programação, os jornais diários (Jornal Minas 1ª Edição e 2ª Edição) e os programas Meio de Campo e Opinião Minas têm como cenário uma redação reestruturada, com novo desenho de iluminação e, maior interatividade.

Pelo interior de Minas
Histórias precisam ser contadas por quem as vivenciam. Em busca desse olhar, as equipes de produção da Rede Minas percorreram milhares de quilômetros nos últimos sete meses. Nessa primeira etapa foram quarenta e nove localidades dos quase 300 que estão entre os destinos previstos.

As regiões foram escolhidas a partir do diálogo entre a EMC e a Secult – Secretaria de Cultura e Turismo do Estado – com governanças regionais, prefeituras, Associação Mineira de Municípios, Associação das Cidades Históricas de Minas e outras instituições. “Transferimos nossa capacidade de produção para o interior de Minas Gerais em busca do que temos de melhor”, diz o presidente da EMC, Sérgio Rodrigo Reis. ”O resultado é um rico e impressionante painel da diversidade cultural das paisagens e dos sotaques que sintetizam a nossa mineiridade”.

“A nova programação da Rede Minas reflete nosso entendimento de que a Cultura e o Turismo, e todos os municípios, sobretudo os que estão distantes da capital, são fundamentais para o desenvolvimento socioeconômico do Estado e para a geração de emprego e renda, cada um com suas tradições, paisagens culturais e naturais. São estas particularidades que, unidas, compõem a essência da mineiridade”, declara o secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira. Ele destaca, ainda, a importância da expansão do sinal digital para 470 municípios mineiros, fruto de cooperação entre o Governo de Minas, por meio da Secult e da EMC, e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC), contemplando Minas Gerais no âmbito do Digitaliza Brasil. “Contamos com a potência do audiovisual, um dos principais ativos de promoção turística de destinos em todo o mundo, que ganha reforço com a ampliação e democratização do acesso à TV digital, estando Minas Gerais entre os estados contemplados já na primeira fase do programa, o que corresponde a um montante de cerca de R$ 200 milhões em investimentos”, completa.

Pelos caminhos que deslocam o olhar do centro para todas as regiões, a primeira parte da campanha de lançamentos dos novos conteúdos entrou no ar mostrando os vários sotaques, “causos” e imagens do que “Vem por aí”. Ainda na interprogramação, um dos destaques, que já é um sucesso, é o “Minas são Muitas”. Os vinte vídeos que estão em exibição transformaram a tela da TV e de suas redes sociais em uma galeria de exposição virtual de fotografias que apresentam as paisagens do estado pelas câmeras de artistas mineiros.

Além da inserção das novidades na programação e na interprogramação, programas tradicionais da Rede Minas como Brasil das Gerais, Opinião Minas, Agenda, Harmonia e Cinematógrafo vão para novos horários.

Da mineiridade, quem pensa que sabe tudo, mesmo sendo mineiro, se engana, porque sempre tem um detalhe, uma forma de fazer aquela receita, ou uma forma de viver, que ensina muito. Todas as experiências capturadas pelas câmeras, nas gravações dos programas e conversas de bastidores estão reunidas no novo site “Gerais+Minas”, que serve vários aperitivos da nossa mineiridade, com toques de simplicidade e afeto. É possível dar uma volta por lugares tradicionais e remotos, ter um gostinho de comidas típicas de diversas regiões e conhecer mineiros prontos pra contar uma boa história (muitas vezes a deles mesmo). Reúne diários de viagens das gravações feitas pelo estado; vídeos; fotos de bastidores e detalhes sobre cantinhos de Minas. O site será atualizado constantemente, à medida que novos episódios e programas forem ao ar.

Novas temporadas e estreias

  • Mulhere-se
    Segunda-feira, às 20h (inédito)
    Domingo, à 0h (reapresentação)
  • Estações
    Terça-feira, às 20h (inédito)
    Sábado, à 0h15 (reapresentação)
  • Palavra Cruzada
    Terça-feira, às 20h (inédito)
    Domingo, às 23h e 23h45 (reapresentação)
  • Sabor & Afeto
    Quinta-feira, às 20h (inédito)
    Sábado, às 6h e Domingo, às 12h (reapresentação)
  • Cinematógrafo
    Sexta-feira, às 20h (inédito)
    Quinta-feira, às 22h e Domingo, às 13h30 (reapresentação)
  • Minas da gente
    Sábado, às 20h (inédito)
    Domingo, às 6h45 e quarta-feira, às 23h (reapresentação)

Programas com novos horários

  • Agenda
    Segunda a sexta, às 18h
  • Brasil das Gerais
    Segunda a sexta, às 13h
  • Coletânea
    Segunda a sexta, às 18h30 | Sábado, às 15h
  • Harmonia
    Domingo, às 22h (inédito)
    Sábado, às 18h (reapresentação)
  • Noturno
    Sábado, às 19h (inédito)
    Quarta-feira, às 22h (reapresentação)
  • Opinião Minas
    Segunda a sexta, às 20h30

Deixe um comentário