Vem aí mais uma edição do tradicional sambão do Agenda

sambão do Agenda 2020“Sambão do Agenda” homenageia Elizeth Cardoso e traz trabalhos de novos nomes da música

Quem não gosta de samba, bom sujeito não é, já dizia Dorival Caymmi. O Agenda, como bom sujeito que é, não pretende deixar o samba morrer. O programa mostra que o ritmo e a ‘cerimônia’ em volta da mesa se mantêm fortes e conquistam novas gerações. Em duas edições especiais, que vão ao ar na segunda e terça de carnaval, às 20h, a jornalista Mariana Lima bate um papo com sambistas mineiros que falam da grande festa, além de nomes memoráveis do samba e o trabalho no palco – tudo regado a muita música.

O encontro, batizado de “Sambão do Agenda”, é em um cenário que resiste ao tempo. Em meio às balanças, copos e tira-gostos, a cantoria invade a mesa do bar “Juramento 202 – Cervejaria Viela”, reunindo Manu Dias, que lançou há pouco um novo álbum, Warley Henrique e outros sambistas. Junto ao som do cavaquinho, o rumo da prosa vai da carreira de Manu ao centenário de Elizeth Cardoso, que inspirou a equipe do programa a realizar essa festa para o público. O especial apresenta a carreira da cantora conhecida como “A Divina”, que imortalizou diversas canções populares brasileiras.

       

Deixe um comentário