Setembro Amarelo: prevenção ao suicídio em debate na Rede Minas

Por muito tempo o suicídio foi tabu na mídia, mas os números mostram que é preciso falar dele. Aos poucos, esse problema de saúde pública vem sendo abordado em séries e campanhas. Neste mês, o Setembro Amarelo, quando as ações de conscientização se intensificam, a Rede Minas também dedica parte de sua programação para falar sobre o tema.

O mês é escolhido por causa do Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, 10 de Setembro, criado em 2003 pela Associação Internacional para a Prevenção do Suicídio e pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Em Minas Gerais, o Setembro Amarelo é organizado desde 2016 pela Associação Mineira de Psiquiatria (AMP). Além da AMP, o Setembro Amarelo deste ano conta ainda com a parceria do Centro de Valorização da Vida (CVV), a Assembleia Legislativa de Minas Gerais e o Exército Brasileiro.

Números cada vez maiores de ocorrências e tentativas de suicídio preocupam organizações e entidades médicas no Brasil e no mundo.  Segundo a OMS, por ano, mais de 800 mil pessoas comentem suicídio no mundo e em cada caso cometido, vinte outras tentativas ocorrem. O Brasil é o oitavo no ranking mundial de suicídios.

O assunto ainda é difícil para boa parte da população e precisa ser discutido. Uma simples conversa pode ser suficiente para ajudar a salvar uma vida. É o que mostra a matéria do Brasil em Rede:

 

O alerta sobre os sinais e a prevenção ao suicídio também foi tema do Opinião Minas, que conversou com Paulo José Ribeiro Teixeira, psiquiatra e secretário-adjunto da Associação Mineira de Psiquiatria, que ainda falou como quem busca ajuda, além de familiares, amigos e educadores pode procurar apoio.

 

Nesta quinta-feira, 13, no Brasil das Gerais, o tema será debatido com a psicóloga Anna Rúbia Pirôpo, coordenadora do curso de psicologia da Faculdade Pitágoras, e na coluna #SomosTodosIguais com os irmãos Davi e Samuel.

 

Trazendo essas reflexões acerca da prevenção ao suicídio para o universo da literatura, o Agenda conversou com a psicanalista e escritora Ana Cecília Carvalho.

Apoio Emocional Gratuito pelo telefone do Centro de Valorização da Vida CVV: 188

       

Deixe um comentário