Série do Jornal Minas exibe história de valorização do bairro Confisco

combo_imagens_materia21

O Jornal Minas 1 ª Edição apresenta a partir desta terça-feira, dia 14/08, uma série de três reportagens sobre a importância da educação no processo de valorização da história do bairro Confisco, na divisa de Belo Horizonte com Contagem.

A equipe de reportagem da Rede Minas mostra que a iniciativa do professor de história Moacir Fagundes, com apoio da direção, da comunidade e da estudante de UFMG Luiza Rabelo Parreira foi uma oportunidade de aprendizado para os alunos da Escola Municipal Anne Frank.

Os jovens descobriram que o Confisco nasceu de uma mobilização de luta por moradia, coordenada por mulheres. As líderes comunitárias foram transformadas então em personagens de história em quadrinhos, com desenhos e diálogos feitos pelos próprios estudantes.

Além de resgatar a autoestima dos estudantes, o projeto aproximou ainda mais a comunidade. A escola ganhou prêmios de educação, projeção internacional. Mas o professor, em momento algum, perdeu o foco na sua vocação maior: educar, transformar vidas.

A reportagem é de Renato Franco, com imagens de William Felix e Naiara Guimarães, produção de Kaio Martin, edição de texto de Romina Farcae, edição de imagens e finalização de Bruna Cevidanes e chefia de reportagem de Marina Mendes.

O Jornal Minas 1ª edição vai ao ar de segunda a sexta, às 12h30. Acompanhe as reportagens e conteúdos de bastidores pelo Facebook, YouTube e Instagram.

Acompanhe a série:

O bairro Confisco

confisco

Para tentar diminuir o grave problema de moradia na cidade foi criado um conjunto habitacional localizado no limite dos municípios de Belo Horizonte e Contagem. O terreno era de propriedade do Governo do Estado e suas primeiras ocupações ocorreram séculos atrás, quando o lugar era conhecido como Sítio Confisco. Atualmente, cerca de cinco mil pessoas residem no bairro.

No bairro está localizada a Escola Municipal Anne Frank, que atende atualmente quase 800 estudantes do ensino fundamental e da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Na região também está presente o Parque do Confisco, implantado em 1999 com uma área aproximada de 28 mil metros quadrados.

       

Comentários

  • Por Nêmora Gomes Fernandes Franco - em Responder

    Adorei a primeira parte da série “Confisco História Revista”,apresentado hj pela Rede Minas TV.. Lindo trabalho que ganha notoriedade através deste trabalho jornalístico. Confisco, confisca sua identidade através do resgate de sua história. Parabéns! Renato Franco e toda a equipe.

Deixe um comentário