Série de reportagens da Rede Minas vence Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo

Mais uma conquista importante para reconhecimento e valorização do trabalho realizado pela Rede Minas no campo do jornalismo.

A série de reportagem GIG Economy – Precarização do Trabalho, do Jornal Minas, venceu, na Categoria Especial, o 37º Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo. A premiação foi concedida pelo Movimento Justiça e Direitos Humanos, o qual conta com a colaboração da Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Rio Grande do Sul e da Union to Union, entidade sueca que atua pelo fortalecimento dos sindicatos no mundo.

A série traça panorama sobre a realidade da GIG Economy, ou a “uberização” do trabalho, isto é, a atividade realizada por entregadores de lanches por aplicativos nas grandes cidades do Brasil, os quais não contam com direitos trabalhistas como férias ou décimo terceiro, além da falta de vínculo empregatício e outras questões acerca das relações de trabalho entre empresas e profissionais, normalmente cobertas pela CLT.

A produção da série contou com a participação de Atalissa Rosa e Renato Franco, a reportagem foi de Renato Franco e Primitivo Filho; a edição de texto contou com o trabalho de Cibele Penholate; na edição de imagem, Omar Flister; e, na finalização, Túlio Cunha.

Confira os episódios da série vencedora!

Deixe um comentário