Repórter Brasil retorna à Rede Minas

A partir desta quinta-feira, 09, a Rede Minas volta a exibir o Repórter Brasil, telejornal diário produzido pela TV Brasil. O noticiário vai ao ar de segunda-feira a sábado, às 21h.

De acordo com o presidente da Rede Minas, Israel do Vale, a retomada de uma parceria mais estreita com a TV Brasil significa importante passo para a consolidação de um projeto de comunicação pública para Minas Gerais: “Historicamente, a TV Brasil sempre deu destaque e visibilidade para os nossos conteúdos, inclusive por meio de coproduções, que chegaram a trazer para a Rede Minas o aporte financeiro de R$ 1,5 milhão. Infelizmente, isso foi perdido nos últimos anos. A volta da exibição do telejornal diário Repórter Brasil reflete a visão de que é preciso dar voz a Minas Gerais e posicionar ativamente o nosso estado no debate nacional”, ressalta Israel do Vale.

A TV Brasil é uma emissora gerida pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC), a qual é responsável também pela Agência Brasil, TV Brasil Internacional e outras entidades de comunicação pública distribuídas pelo país, e mantém parceria com a Rede Minas para compartilhamento de produções, como, por exemplo, o programa infantil Dango Balango.

Telejornal Repórter Brasil - TV Brasil

       

Comentários

  • Por Sérgio Moreira - em Responder

    Lamentável decisão de Israel,como telespectador da Rede Minas acho que o JC foi o melhor programa nos últimos tempos da emissora. Aberto,com capacidade de formar cidadãos crítico,independente do aguilhão dos políticos que mesmo que neguem gostam de controlar a mídia.O JC era meu programa preferido de todas as noites e apesar de outros poucos que me agradam da emissora, deixarei de assistí-la.Vejo que a maoiria dos programas não falam a língua do povo em geral e por mais que os justfiquem como de alto nível pouco importa se não tem quem os assista. Acredito que a emissora deva repensar sua grade. É possível bom nível de programas que agradem que dê audiência sem usar de conteúdos lunáticos desvinculados com a realidade do povo. Sérgio Moreira-Crítico e Jornalista.

    • Por Águeda Monteiro - em Responder

      Estou tão feroz e indignada que chego a pensar inacreditável uma regressão absurda dessas…Meu jornal preferido, favorito, predileto, único programa que assistia na TV e de raiva excluí o canal 9 da minha TV, porque me recuso a assistir porcarias.
      Ontem ainda achei que poderia ser defeito na minha tv e antes fosse…desejo sinceramente que a audiência despenque para que voltem atrás. Sequer informaram os telespectadores com antecedência, isso é falta de respeito e outras coisas mais.

  • Por Lucas - em Responder

    Lixo demais. Não acredito que vão trocar o excelente Jornal da Cultura para passar essa coisa horrorosa!
    Rede Minas, não regrida. Melhore!
    E o melhor é o Jornal da Cultura. Aliás, vocês deviam se aproximar mais da Cultura e menos do lixo da Tv Brasil que não passa nada que presta.
    Tv Cultura é excelente e elevaria ainda mais o nível da emissora junto com programação local de vocês.

  • Por Luciano - em Responder

    Por vários meses sempre acompanhei o Jornal da Cultura na Rede Minas, pela qualidade e compromisso com a informação. Fiquei desapontado com a alteração por não ter mais meu jornal favorito. Já temos o canal 65 em Minas com o mesmo jornal da TV Brasil.

  • Por antipt - em Responder

    A volta da programação do jornal repórter Brasil é um verdadeiro cala boca , pois o debate do jornal da cultura é muito mais produtivo e transparente do que o enlatado da EBC.

    • Por Diego - em Responder

      Concordo plenamente com isso, estão censurando o JC. Esse novo programa que entrou na grade da rede minas é alienado da realidade, alem de passar só o que interessa ao governo.

  • Por Fernando - em Responder

    Desculpe-me, mas não perco o jornal da cultura que, até então, era exibido pela Rede Minas. Vou ter que assisti-lo por outros meios agora. Obrigado Rede Minas.

  • Por Moura - em Responder

    Mais uma lamentável decisão do governo PT. O jornal da Cultura com bons comentaristas é muito superior ao Repórter Brasil (canal “oficial” do governo Dilma). Mais um retrocesso do atual governo de Minas. Não adianta dificultar o acesso aos bons jornais. Isto é coisa do passado.

  • Por fernando frm - em Responder

    Uma lástima, muito triste a posição da Rede Minas ao retirar da grade de programação o Jornal da Cultura. Havia diversidade de pensamentos e quem ganhava era o público. Tinha enriquecimento de ideias. Não vai ser assim que a Rede Minas vai crescer nas terras mineiras. O público vai buscar meios de continuar com o JC, ainda bem que tenho acesso ao canal 518. Não esperava isso da Rede Minas, decepcionado.

  • Por Andrea - em Responder

    Como todo respeito aos jornalista do novo jornal. Eu lamento vocês tirarem o jornal da cultura e colocar um jornal igual dos outros canais.
    O jornal a cultura é tão bom é o que nos brasileiros precisamos. De pessoas inteligente nos ajudando a entender as coisa do Brasil e do mundo. Realmente ensinando e e melhorando a cultura do país. Acho que deram um tiro no pé. Lamento

  • Por Várlen - em Responder

    Lamentável esta notícia. Eu e vários amigos sempre acompanhamos o jornalismo local (Jornal Minas) assim como o JC, sempre motivo de comentários e análise no local onde trabalho.
    Já compartilhei diversos vídeos do jornal, assim como indiquei o mesmo a outras pessoas que não o acompanhavam.
    Sou mais um a repetir a palavra RETROCESSO nos posts a respeito, assim como os demais telespectadores o fizeram aqui. Não entendo como os senhores, que “fazem TV” possam não ter uma visão de qualidade como nós do lado de cá, temos.
    Já assisti diversas vezes o repórter Brasil e para mim é mais um telejornal clichê, que não opina, não questiona e não debate, o que se distancia da qualidade excepcional da Rede Minas.
    Menos um telespectador no horário do noticiário nacional e certamente muitos outros.
    Espero que os senhores repensem esta posição.

  • Por Frederico Tomazetti - em Responder

    Lamentável a troca do jornal da cultura por este jornal extremamente tendencioso ao governo. Claramente decisão política do governador Pimentel.

    Felizmente é possível assistir o JC on line.

  • Por Alan Martins - em Responder

    Por que trocaram o Jornal da Cultura (excelente) pelo Repórter Brasil (mediano)?
    O Jornal da Cultura é produzido pela TV Cultura, ligado ao governo estadual de São Paulo, governado pelo PSDB.
    O Repórter Brasil é feito pela TV Brasil, que bate continência para o governo federal, governado pelo PT.
    Pimentel assume o governo de Minas, e provavelmente não deve gostar muito do tom crítico, principalmente ao PT.
    Coincidência? Hahahahaha! Duvido!

  • Por Rosângela Souza - em Responder

    Não acreditei quando não vi mais o Jornal da Cultura. O melhor jornal de todos e de todas as emissoras.
    Não sei como vocês tiveram coragem! Uma falta de respeito com os telespectadores.
    Como faço para conseguir assisti-lo em outro canal?
    Vão perder audiência, se é que vocês se importam com isso.

  • Por Renato - em Responder

    REDE MINAS

    MISSÃO
    Enriquecer a vida das pessoas, por meio de serviços, produção, distribuição e exibição de conteúdos audiovisuais informativos, culturais e educativos.
    VISÃO
    Ser valorizada como investimento em cultura, educação e informação por governos, apoiadores, patrocinadores e sociedade.

    “Enriquecer a vida das pessoas”, substituindo um dos melhores telejornais da televisão brasileira por um jornal chapa branca, apenas em razão de sua visão crítica ao desgoverno federal? Isso ilustra bem o posicionamento sectário dos petistas, que no fundo não admitem o contraditório. Que vergonha!

  • Por silvio - em Responder

    Lamentável . Ou melhor dizendo CENSURA.O único jornal crítico do país e a decisão rápida dos petralhas é retirar o jornal do ar. O Brasil não é Venezuela. A Rede Minas não é de propriedade do Petralhas , ela é do povo de Minas.Fora PT

  • Por marcos antônio batista - em Responder

    lamentável decisão que se percebe ser acima de tudo e de todos politica, é uma maneira do partido do governador mineiro de controlar a midia. o jornal da cultura é simpl
    esmente o melhor telejornal do brasil, e claro o jornal da tv brasil não vai criticar o governo federal e claro o pt também. faço parte da população mineira que tem somente tv aberta, mas uma coisa garanto não vou assistir o jornal da tv brasil nem que chova canivetes. decepcionado com a rede minas.

  • Por Maria - em Responder

    Muito triste a decisão. JC mostrava os dois lados da noticia e os debates eram produtivos por demais. Este jornal da TV Brasil é bem tendencioso, enfim, procurarei outros meios de assistir o JC.

  • Por Italo Mendicino Júnior - em Responder

    LAMENTÁVEL. Espero que a decisão seja revista. O JORNAL DA CULTURA é o melhor jornalismo da televisão brasileira. Assisto, ou assistia, com regularidade. Vejo o Willian Correa como o melhor ancora do jornalismo nacional. Vejo uma bancada séria, culta, inteligente, sem medo de dizer a verdade. Essa mudança está nos parecendo censura do governo atual. ESPERO QUE A DECISÃO SEJA REVISTA. Repórter Brasil não chega ao chinelo do Jornal da Cultura.

  • Por Afonso H. Marangoni - em Responder

    É uma pena que a Rede Minas tenha deixado de exibir o Jornal da Cultura, um jornal que debatia com pluralismo os temas mais relevantes. Com certeza muitos telespectadores vão migrar para outros canais e para a internet para continuar acompanhando as notícias analisadas criticamente.

  • Por Democracia pedista - em Responder

    Parabéns pt pelo exemplo de liberdade de imprensa e democracia demostrada neste 100 dias de desgovernança deste partido… Pois o único programa da RM que assistia erra o jornal da cultura, agora vou assistir em outro veiculo de comunicação…

  • Por Emilia - em Responder

    Estou decepcionada com a troca do “Jornal da Cultura”, que engrandece o jornalismo brasileiro, com alto índice de audiência. Fica aqui o meu repúdio e espanto com tão agressiva decisão à liberdade de imprensa. Já basta o “pacote de bondades” que temos vivido, não teria necessidade de a Rede Minas acrescentar mais esta (“bondade”)! Peço o favor de repensarem tal atitude, em nome de milhares de telespectadores do “Jornal da Cultura”, com o Willian Corrêa. Ele está no topo da audiência. Quem está querendo bloquear a cultura? O interesse é de quem? Provavelmente, isso não será bom para Minas. Estamos passando um atestado de ignorância. Vamos lá! Revejam este lamentável ato.

  • Por alexandre morais - em Responder

    E dizem que quem censurava em Minas era o governo de Aécio, esse corte foi uma censura velada ao melhor telejornal do brasil, tenho vergonha de tudo isso que está acontecendo

  • Por ELIZABETH DAS GRAÇAS SILVA - em Responder

    Infelizmente perdemos um ótimo jornal.Comentaristas inteligentes,nível de informações que levam à reflexão da verdadeira
    situação do país.Lastimável decisão do governo pt.
    A audiência cairá com certeza com essa atitude arbitraria.Viva a LIVRE IMPRENSA.

  • Por Pedro N. Betti - em Responder

    Excelente decisão da essa da Rede Minas, acho o Repórter Brasil mais completo e como o próprio nome diz é jornal verdadeiramente feito para todos os brasileiros. Verdade seja dita a TV Cultura segue interesses do governo paulista, que dita as regras da sua programação, naturalmente favorecendo o que lhe é de interesse. Outra questão o jornal da cultura quase não dava espaço para noticias mineiras.

  • Por Fernando Ceratto - em Responder

    Pessoal a Rede Minas é nossa! Do povo de Minas!
    Vamos nos mobilizar pra exigirmos nossos direitos. É praticamente unânime que queremos o Jornal da Cultura de volta.
    Uma manifestação é o mínimo. Nós podemos e devemos ir até onde for necessário, inclusive à justiça, pra assistirmos o que quisermos na nossa TV.

  • Por Ernesto von Sperling - em Responder

    REDE MINAS na contramão da cultura em Minas Gerais

    Senhor Israel do Vale, presidente da Rede Minas, externo aqui a minha surpresa pela sua equivocada decisão de suspender a retransmissão do JORNAL DA CULTURA, hoje o melhor telejornal da TV brasileira, com formato inovador e inteligente, âncora habilidoso e convidados comentaristas de primeira linha, qualidades pouco encontradas atualmente no mercado televisivo aberto. Mais equivocada ainda por trocar um programa informativo e cultural, produzido pela TV pública do estado de São Paulo (a primeira a existir no país), por um noticiário de expressão menor, sem qualquer compromisso com a formação de opinião do telespectador, produzido pela EBC – Empresa Brasileira de Comunicação, organismo estatal federal hoje, lamentavelmente, a serviço do Partido dos Trabalhadores. Os mineiros merecem assistir um noticiário de melhor qualidade, complementado por opiniões plurais de especialistas respeitados no cenário nacional. Espero que o senhor reconsidere e volte a ofertar um programa sintonizado com a função social de uma TV educativa e cultural para Minas Gerais. Esta é a verdadeira missão da TV Minas.

  • Por Wellington Pereira - em Responder

    Triste, medonho, lamentável… tinha através da Rede Minas, acesso ao melhor telejornal do Brasil, o Jornal da Cultura, com ótimo âncora e sempre 2 convidados que alternam suas opiniões e esclarecimentos sobre diferentes temas nacionais, mas na última 5ª feira fui supreendido com um, desculpem a expressão e falta de respeito, “lixo” de jornalismo denominado Reporter Brasil, parecia a “Voz da Russia”, ancora e reporteres dizendo “presidenta”, contestando dados na Unesco e só deu entrevistados do governo. Bom, lá pelos idos de 1970 isso tinha nome, Censura! Claro que não vamos assistir a este jornaleco. Não quero um jornal que só fale bem ou só fale mal do governo, quero um jornal que fale a verdade e com diferentes opiniões, de alto nível como o Jornal da Cultura, mas creio que isso é pedir muito para vocês. Tenho a impressão que estamos retornando a década de 60, pobre país, pobre povo…

  • Por Martha - em Responder

    Lamentável ! Desapontada com a Rede Minas. Retiraram um dos melhores jornais da atualidade da grade para trocá-lo por outro, muito inferior. Há que se saber o que está por trás de tão descabida decisão…

  • Por Giovani Lombardi - em Responder

    Que tristeza!! o melhor jornal da tv brasileira, e nos é tirado..isso cheira mal! cheira a coisa do PT. Me parece decisão política. Não tem justificativa pra tamanha maldade com o povo mineiro. Estou de luto com a rede Minas.

  • Por Maria Helena Burian Guimaraes - em Responder

    Onde esta a liberdade de imprensa,Deus meu…Que empobrecimento,que covardia o PT esta fazendo com o povo de Minas Gerais…Aqui em casa,na hora do Jornal da Cultura,aTV,atualmente tao disprestigiada pelos mais jovens,tomava vida,dialogava conosco,todo mundo participava,era tao legal…Agora vou ter que tomar outras providencias para nao ter que engolir esse jornal e manter minha cabeca arejada.Deus me livre desse jornal!Que horror!

  • Por silas salgado - em Responder

    Um absurdo a Rede Minas deixar de exibir o JC. Estou revoltado. Um dos poucos jornais realmente informativo, com debates voltados a amplificar a visão do telespectador sobre um determinado tema. Neste momento a Rede Minas representa um retrocesso para o Estado.

  • Por M. Reis - em Responder

    Gostaria de lamentar a decisão da TV Minas de retirar de sua programação a transmissão do Jornal da Cultura. Esta ação não será suficiente para alienar os mineiros, mas será suficiente para diminuir os índices de audiência desta emissora. Atos de censura contra nossa liberdade não serão tolerados pela população e serão respondidos através de boicote a TV Minas.

  • Por Daniel dos Santos Jorge - em Responder

    Senhores da Rede Minas, não estão ouvindo o que os telespectadores estão dizendo? Retomem o Jornal da Cultura à rede minas de televisão!

  • Por Marcio - em Responder

    O PT agora ignora sua própria gênese. Adota uma postura temerável que sempre criticou. Privar o cidadão mineiro de assistir a um telejornal só porque discorda de sua linha editorial? A intenção da Rede Minas é perder audiência e/ou alienar a sociedade.
    Muito triste. Uma decepção! O Governador, legítima e democraticamente eleito, atesta a incapacidade do PT em lidar com as questões (mau uso do dinheiro público e corrupção) que outrora o fizeram chegar ao poder, enquanto oposição eficaz. A situação atual, péssima para sociedade, é que a pseudo oposição não possui capacidade de mobilização pois está encoberta por um enorme e frágil telhado de vidro. Peço com a inocência de uma criança que a Rede Minas volte a exibir o Jornal da Cultura.

  • Por gean - em Responder

    O único item de sua programação que assistia , lamentável. Jornal plastificado tem em todo canal aberto. Agora não assisto mais nada de TV aberta. Agradeço pelos ótimos debates até então, e deixo um adeus.

    • Por Bet - em Responder

      Apoiadíssimo PH! Há 15 dias já estou boicotando. Não assisto mais nada, nem meus preferidos Brasil das Gerais e Palavra Cruzada. Todos os dias compartilhava notícias de programas fazendo propaganda dessa emissora. Nunca mais ;) Bola fora dessa gente, sô!

  • Por Carlos - em Responder

    Parabéns a Rede Minas pela substituição! Realmente sentia falta de noticias de nosso estado no JC, que assim como outros jornais limitam o Brasil apenas a Rio e São Paulo! Espero que sejam realizadas co-produções e que a Rede Minas deixe de ser apenas uma repetidora de sinais de tv’s educativas de SP ou do RJ. Produções boas que ao longo dos anos foram deixadas para trás!

    • Por Bet - em Responder

      Desculpa aí, mas acho q o sr. não assistia o JC. Um telejornal q leva a pessoa a pensar, ponderar. Na verdade, preste atenção, o Rep Brasil é extremamente plastificado. Tosco, nos mesmos moldes dos da Record, Globo, Band e por aí vai. Meus respeitos p você.

    • Por Thais - em Responder

      Poderia me citar alguma? O que é bom é bom e não importa de que estado chegue. Que tal proibir a mozarela em Minas para estimular o consumo de queijo canastra?

  • Por MARIA DE LOURDES - em Responder

    LAMENTAVEL.
    JORNAL QUE FALA A VERDADE.
    ENTREVISTADOS INTELIGENTES.
    ALGUNS LEITORES ESTÃO MAL INFORMADOS AO FALAREM QUE O JORNAL NAO FALA DE MINAS GERAIS….PELO AMOR DE DEUS…UM JORNAL QUE DÁ NOTICIAS DO MUNDO TODO……..
    É MINHA GENTE…..ESSE É O RETRATO DO BRASIL DE HOJE…….
    MUDANÇA PARA PIOR SOMENTE ACONTECE NO BRASIL.

  • Por Antônio Carlos - em Responder

    Lamentável, decisão política de um governo omisso que não gosta de ser criticado, pena gostava de assistir todos os dias o jornal da Cultura sem partido e extremamente democrático apenas falava a verdade infelizmente nossos governantes não gostam de ser confrontado com a verdade preferem a censura, lamentável a postura da rede minas rede de televisão a qual Erá telespectador.

  • Por Geraldo Mendes - em Responder

    Mais uma vez, vergonha, vergonha, vergonha. Esdrúxula decisão, meramente política. Retirar da grade desta rede, o melhor telejornal deste país(Jornal da Cultura) é decisão infame, retrógrada e eivada da virulência da CENSURA. A Rede Minas já não conta com programação atraente. Retirando o Jornal da Cultura, esvazia-se por completo. Jornal completo, com visão critica de gabarito, transmite cultura, de maneira geral e , principalmente, politica, com seus valorosos comentaristas. Cheiro de censura, cheiro de Venezuela, cheiro de controle da mídia, selecionando informação. Repórter Brasil é mais um, dentre muitos, preso ao cabresto governamental. Mas é isso mesmo que o PT quer: não informar, para que o povo, que começa a formar opinião sobre essa disfarçada ditadura em forma deturpada de democracia, se aliene, acreditando no país das maravilhas de Alice. Este nosso amado país vai de mau a pior, ladeira abaixo, rumo à nefasta filosofia do socialismo petista. Vergonha, vergonha, vergonha.

  • Por Alexandre Barros - em Responder

    Lamentável mesmo o Jornal da Cultura sair do ar, como assim?????????????? falta de respeito conosco, jornal excelente, com convidados sensacionais…não quero mais ver a rede minas também, perdeu a credibilidade!!!!!!!!

  • Por Ana - em Responder

    Que decisão vergonhosa, governo mineiro! Acham que somos tolos a ponto de acreditar que vão tirar o JC porque ele não fala de Minas. Isso se chama CENSURA. Entretanto, esqueceram- se de que temos o JC na TV paga e na Internet. E é pra lá que eu vou! Tomara que amarguem no Ibope!

  • Por Elie Coutin - em Responder

    É uma pena que em dias atuais ainda revivamos os idos da ditadura no país. Onde poucos mandavam e muitos perdiam seus direitos. A notícia não deve ser ditatorial, somente livre para ser mostrada. E como forma de expressão que é, divulgada para todos. A forma em que se apresenta é o diferencial para os que por ela se interessam. É triste ver que nosso Estado segue a mesma conduta que temos acompanhado todos os dias país afora.

  • Por Douglas - em Responder

    Parabéns Rede Minas, independentemente de minhas posições políticas, creio que o estado de Minas tem que ser mais respeitado em âmbito nacional. Basta dessas pseudo redes nacionais, que não enxergam nada além de São Paulo ou Rio de Janeiro. um milhão de vezes parabéns.

    • Por Glauco Mineratto - em Responder

      Aí está! Quando o povo se interessa em discutir política além de futebol o governo populista treme e faz qq coisa pra alienar esses “rebeldes”…
      Sr Israel gostaria muito que vc fizesse valer sua presidência e agisse com opinião própria.
      O Brasil já tem marionetes demais…

  • Por julio sílva - em Responder

    Acompanhava o Jornal da Cultura e apesar de bom os comentaristas faziam muita propaganda daquele partido de SP. Dos 10 comentaristas da bancada apenas 2 eram imparciais. O Marco Antônio Vila ficava desequilibrado quando falava. Julgava condenava e se pudesse aplicava a pena.Tem o JC na Internet ou então muda de vez pra SP.

  • Por Bet - em Responder

    Que lamentável! Muita gente aprendendo a assistir programas da Rede Minas, por terem começado a fazê-lo pelo Jornal da Cultura. A Tv Brasil tornou-se uma emissora extremamente chata, plastificada e pseudo preocupada com as minorias. O único programa q ainda salva a emissora é o Sem Censura. Até novela angolana ela transmite! Lamentável opção da RMinas pela mediocridade, mas não precisamos de vocês p assistir ao único telejornal feito com criatividade e pluralidade de pensamento. Quem diz q não só pode ser com olhar fanático político. Azar dos mineiros q tem visto a programação dessa RM só piorar e de vocês que cavam cada vez mais o afastamento do público.

  • Por Cid Morais - em Responder

    Prezados senhores,
    Lamentável os senhores mais do que cercear, foi o ato de cortar definitivamente o jornal da cultura para Minas. Isto demonstra de forma clara que a a nova direção deste canal não tem a preocupação com a informação e o debate com o interesse de formar massa crítica. Atende aos interesses do Sr. Governador do Estado (esfera superior) – que aliás na data de (21/04) concede a medalha da mais alta honraria de Minas a um líder do MST – que somente provoca destruição e utiliza de métodos escusos e criminosos em nosso País afora.- Agindo desta forma os diretores ou o novo presidente acham que os mineiros são cabrestos do PT. Basta de política interferindo em nossas vidas desta maneira!!!! Sejamos profissionais acima de tudo.Não gostam de ouvir as verdades, caso não o sejam, apresentem suas contraposições, não! O é melhor cortar do ar. Desta forma encaminho meu protesto pela retira do jornal da cultura em Minas. O novo Presidente Israel do Vale Neto, se diz que se sente em casa e aprendeu muito. O que o senhor quer dizer quando disse: ” levar a sociedade a construção de uma TV pública que atenda os interesses da população”. Acredito que houve um erro em seu pronunciamento o correto seria (…. interesse do governo do Estado). Isto foi somente uma falácia de posse? Como presente dos trinta anos da emissora, fomos agraciados com a retirada de um jornal de extrema relevância de conteúdo como nunca se houve em qualquer outra emissora da TV Brasileira, inclusive com participação dos ouvintes em tempo real. Este conteúdo não se refere somente ao Estado de São Paulo, porém seus comentaristas sim, são atuantes neste Estado. Minas pode muito bem ter um formato de jornalismo nos moldes que foi idealizado pelo jornalista William Corrêa e teve enorme sucesso, para o nosso Estado. Fiquemos entre as montanhas. Como um pequeno membro desta sociedade, espero que possa ser respondido a altura pois o que eu espero é que se retorne com a programação do Jornal da Cultura para Minas.
    Tenha certeza que muitos mineiros agradeceram!
    Atenciosamente,

  • Por Célio Braz - em Responder

    REALMENTE É UM ABSURDO TIRAR DO AR O JC, QUE ERA UM NOTICIÁRIO DE QUALIDADE. NELE HAVIA CONVIDADOS QUE COMENTAVAM AS NOTÍCIAS, EM VEZ DE ÂNCORAS QUE FICAM ESTÁTICOS APENAS LENDO, NÃO ACRESCENTANDO EM NADA PARA OS TELESPETADORES. ATITUDES COMO ESSA SÃO TÍPICAS FORMAS CAMUFLADAS DE CENSURA DO PT, VEZ QUE O RB É PRODUZIDO PELA EBC, QUE TAMBÉM É CONTROLADA PELO GOVERNO FEDERAL, OU SEJA: PT.
    NADA DE PLURALISMO NEM POLÍTICO, NEM CULTURAL.
    ABSURDO. MAIS UMA VEZ ABSURDO.

  • Por Moura - em Responder

    Este governador do PT é um fracasso. Além de cancelar o Jornal da Cultura (muito superior ao Repórter Brasil – canal oficial do desgoverno Dilma), que é uma forma de impor “censura”, suspendeu em definitivo as visitas ao Palácio da Liberdade. Ou seja, boicota também de forma ostensiva a cultura e, em particular, o Circuito Cultural da Praça da Liberdade. Muito vaidoso e limitado, certamente pretende ocupar o Palácio. Esta fase já era governador. O Palácio é muito mais útil como unidade voltada para a história do nosso estado. Não caia no ridículo.

  • Por Sérgio Moreira- Crítico e Jornalista - em Responder

    Verdade,esse governo está criando um clima de indignação por questões partidárias.Esquece que o governo é para todos independente do partido ao qual pertence e destrói o que já foi construído para o povo que sem dúvida é sempre a parte mais prejudicada.Apesar de me considerar sem partido não dá para negar que o PT está destruindo este país.

  • Por Anderson Diniz - em Responder

    Muito lamentável,tira o JC da rede minas! Foi mancada de Fernando Pimentel,sendo que a maioria apoia a transmissão do jc. Cade a democracia? È de indigna. Perdeuuuuuuuuuu, ponto,com coisa boba.

  • Por Etelvina Motti - em Responder

    A mudança na programação (entra Repórter Brasil e sai Jornal da Cultura) foi um turo no pé. O JC era o que tinha de melhor na programação da Rede Minas, notícias comentadas, criticadas, esclarecimentos, informação com aprendizado. Infeliz o RB, em copiar o modelo de telejornalismo das TV´s comerciais. Triste com o desserviço à população mineira.

  • Por Thais - em Responder

    Prefiro assistir a qualquer outro jornal a ter esse entulho entrando na minha casa toda noite. Faltou tudo nessa decisão: democracia, transparência, verdade, lógica, pensamento aberto… Zero para a Rede Minas.

  • Por Magda - em Responder

    Realmente lamentável! Todos deveríamos boicotar o jornal da tv Brasil e levar a zero a audiência da GV minas, até porque esse é um jornal de péssima qualidade!

  • Por JACOME PASTORE TV CEARÁ - em Responder

    Bom dia amigos. Sou Jácome Pastore e trabalho Jornalismo da TV Ceará canal 5, filiada a Rede Brasil. Como poderia viabilizar com vocês, um material do jogo entre Boa esporte e Ceará, válido pela Série B do Brasileiro. Ao mesmo tempo, ficaríamos à disposição de vocês, para uma parceria .
    Desde já, os meus agradecimentos e aguardo uma resposta.

  • Por Heyder Vagner - em Responder

    Quero expressar minha grande insatisfação com essa troca.
    O JORNAL DA CULTURA é muito superior.

    Não tenho mais razões para acompanhar a programação da REDE MINAS.

    Espero que voltem atrás nesta decisão.

Deixe um comentário