Rede Minas transmite concertos da Orquestra Jovem Gerais no Japão

Orquestra Jovem Gerais

Foto: Caio Rocha

A arte brasileira vai romper fronteiras com a Orquestra Jovem Gerais, que inicia turnê no Japão a partir do dia 28 de junho, e a Rede Minas irá transmitir pela web alguns desses concertos. No total, 28 jovens musicistas da ONG partiram para o país oriental onde, além dos concertos, participarão de cursos e imersão na cultura japonesa.

O programa da série de concertos que será apresentada ao público japonês é mesclado de obras eruditas e populares. Peças consagradas no meio artístico, como 1812 Overture, de Tchaikovsky, Sinfonia Nº 5, de Beethoven, Aquarela Brasil, de Ary Barroso, e Mourão, de Guerra-Peixe, serão interpretadas nas apresentações.

Haverá concertos em Yamanashi, Nagano, Kamakura, Tochigui e Tóquio, capital japonesa. A Embaixada do Brasil no Japão, localizada em Tóquio, receberá os instrumentistas para apresentação especial. A Orquestra também vai se apresentar no 2º Festival de Música Japão – Brasil 2016, do projeto Música sem Fronteiras, na cidade de Sano, em Tochigi.

Confira os concertos que serão exibidos pela Rede Minas:

– 01/07 às 7h: Colany Bunka Hall, Yamanashi
– 03/07 às 3h30: Kawaguchiko Stellar Theater, Yamanashi
– 09/07 às 6h30: Sano-shi Bunka Kaikan, Tochigi

Rosiane Reis, cofundadora e coordenadora pedagógica da ONG, e Renato Pedroso, professor da instituição, vão reger o grupo. A Fundação Método Suzuki, em Matsumoto, receberá os instrumentistas para curso homônimo criado por Shinishi Suzuki. Desde a sua fundação, a OJG adota a metodologia no ensino musical.

A Orquestra Jovem Gerais

A Orquestra Jovem Gerais é uma instituição sem fins lucrativos que atende cerca de 300 crianças e adolescentes moradores de localidades em situação de vulnerabilidade social da Região Metropolitana de Belo Horizonte, com oficinas de instrumentos de cordas, sopros e percussão.

Confira as apresentações:

1º Concerto – Kofu, província de Yamanashi

2º Concerto – Kawaguchiko Stella Theatre, província de Yamanashi

       

Deixe um comentário