Novidades do Jornalismo movimentam a programação

 

combo_jornalismo2

A Rede Minas preparou várias novidades no jornalismo, que vão ao ar a partir do dia 10 de dezembro. A emissora passa a contar com novos estúdios, novo jornal, além de reformular a linha editorial de programas já tradicionais. Uma das atrações inéditas é o Brasil em Rede, um jornal de âmbito nacional.

De acordo com a diretora de Jornalismo Maria Amélia Ávila, com o noticiário noturno, a ideia é unificar e fortalecer a comunicação pública no Brasil. Ainda, de acordo com a diretora, contribuirão com conteúdos diferenciados e informações com credibilidade emissoras parcerias de todas as regiões do país. Apresentado por Luciano Correia e Raquel Capanema, o Brasil em Rede vai ao ar de segunda a sexta-feira, de 19h45 as 20h30.

Outra novidade que será apresentada ao público é o estúdio redação, conhecido como newsroom. Em consonância com o que há de mais moderno em tecnologia para a operação em televisão, o estúdio permitirá integrar os profissionais nos processos de produção, reportagem e edição. Além de ser usado para apresentação do novo jornal, o estúdio redação também será compartilhado com o Jornal Minas 1º Edição, apresentado por Ruth Soares, e o 2ª Edição, apresentado por Lorena Amaral. Os noticiários vão ao ar de segunda a sexta-feira, de 12h30 as 13h e de 19h30 as 19h45, respectivamente.

Toda programação do Jornalismo contará também com novos cenários para os programas Opinião Minas, Minas em Rede, Rede Mídia, Palavra Cruzada e Meio de Campo. Alguns dos programas, como o Repórter da Hora, também terão a sua identidade visual reformulada, tanto na TV como na internet. Segundo a direção da TV, eles continuam com a mesma linha editorial, mesmo horário, para servir às demandas de uma TV Pública.

O Opinião Minas conta com nova apresentadora: Érica Vieira. O Palavra Cruzada, por sua vez, terá nos primeiros programas a apresentação de Marcela Martins. Em seguida, assume novamente Maria Amélia Ávila.

Um dos programas mais tradicionais da TV mineira, o Brasil das Gerais retorna à programação com mudanças em sua linha editorial, para deixá-lo ainda mais leve, como uma grande revista para tratar de diversos assuntos. A atração, segundo a diretora Maria Amélia Ávila, volta a ter uma hora de duração, ao contrário dos 45 minutos anteriormente oferecidos ao público, com quadros, colunistas, especialistas e convidados, abrangendo comportamento, cultura, práticas sociais, cidadania, educação, saúde, ou seja, um leque maior de assuntos atuais.

       

Deixe um comentário