Música brasileira e indústria fonográfica em debate no Voz Ativa com André Midani

Por que o sertanejo universitário domina as paradas? O funk veio para ficar? A tradicional música popular brasileira está com os dias contados? A tecnologia mudou a forma de produzir e consumir música? Essas são algumas das questões que serão debatidas no programa Voz Ativa, da Rede Minas, que recebe na próxima segunda-feira, 2 de abril, às 22h15, o produtor musical André Midani.

André Haidar Midani nasceu na Síria, em 1932. Chegou ao Brasil em 1955 e, até a década de 1990, foi um dos mais importantes nomes da indústria do disco no país. Em sua trajetória passou pelos principais selos do mercado fonográfico. Esteve ligado aos primeiros momentos da Bossa Nova, que ajudou a lançar no mercado nacional e internacional. Trabalhou com artistas da MPB, entre eles Caetano Veloso, Gilberto Gil, Elis Regina e Chico Buarque. Sempre apostando no mercado para os jovens, contribuiu também para a consolidar o cenário do rock brasileiro. Já foi considerado pela revista Billboard uma das 90 pessoas mais importantes da história da indústria mundial de discos.

Para conversar com o executivo que comandou as principais gravadoras brasileiras, o apresentador Florestan Fernandes Júnior conta na bancada com as presenças do também produtor João Marcelo Bôscoli; das jornalistas Carla Jimenez, do El País Brasil; e Brisa Marques, da rádio Inconfidência; do diretor de Programação e Produção da Rede Minas, Kiko Ferreira; e do cantor e compositor Sérgio Santos.

materia_midani

O programa também é transmitido ao vivo pela web, aqui no site da Rede Minas e na página do programa no Facebook, e também conta com cobertura no Twitter. A reapresentação na Rede Minas é sábado, às 21h45. Em edição especial para rádio, o Voz Ativa é apresentado às terças-feiras, às 21h, na Inconfidência FM. Aos domingos, o programa vai ao ar pela Inconfidência AM às 22h.

O Voz Ativa oferece canais abertos com o público para poder comentar, sugerir temas e entrevistados via redes sociais, nos seguintes endereços: Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Confira como foi o programa:

       

Deixe um comentário