Literatura inclusiva é um dos destaques da 2ª temporada do Conversações, que estreia dia 11

Com personagens infantojuvenis, deficientes visuais e da terceira idade, o Conversações estreia sua segunda temporada em 11 de novembro, domingo, às 16h. Utilizando uma linguagem simples e descontraída, o apresentador Cláudio Henrique atravessa os diversos espaços públicos da capital mineira para um bate-papo literário com leitores não especializados.

Descomplicando o tradicional ambiente ocupado pela literatura, o programa valoriza o cotidiano, a formação do indivíduo e a cultura geral. Para começar, um passeio pelos setores e acervos da Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais com a mediadora de leitura Santita. Ao longo da temporada, o público também vai conhecer a Biblioteca Pública Infantil e Juvenil de Belo Horizonte e a Biblioteca Comunitária Graça Rios, no bairro Paquetá.

Em comemoração à consciência negra, o programa marca presença no bairro Boa Vista para conhecer as leituras dos irmãos João e Raisla, jovens apaixonados por literatura negra. A temporada segue falando sobre literatura infantojuvenil, com as adolescentes Gabriela e Manuela, no Parque Municipal Américo Renné Giannetti, com os irmãos sabarenses Sartre e Cecília, integrantes do grupo Arautos da Poesia, e os estudantes da Escola Estadual Ruy Pimenta, em Contagem.

O universo infantil encontra a geração mais experiente em uma conversa entre o garoto Gustavo e a professora Marlene. A terceira idade ainda compartilha sua ampla experiência literária através do ex-bancário Antônio Gobbo, fã de ficção científica, e Dona Thália, amante dos clássicos da literatura brasileira e filosofia.

Atentos à literatura inclusiva, o programa visita o Instituto São Rafael, uma das escolas de educação especial mais importantes do país. O vasto universo dos livros e tecnologias acessíveis também foram abordados com Carlito Homem de Sá e Taquinho de Minas, cantor e escritor.

 

 

Ao longo da temporada, o internauta também tem acesso a conteúdos exclusivos para as redes sociais (Facebook, Instagram, YouTube e Twitter). Semanalmente, são publicadas pílulas com fragmentos das entrevistas, popcards das locações, informações sobre autores e obras, dicas de leitura e eventos literários.

O programa vai ao ar todos os domingos, às 16h, e é reapresentado às segundas, às 20h45 e às 23h45, na Rede Minas. Os episódios são disponibilizados no canal do Conversações no YouTube.

       

Deixe um comentário