Jornal Minas comemora aniversário de BH com série especial

Jornal Minas BH 122 anosA história e o desenvolvimento da capital mineira contada através do comércio, mobilidade e arquitetura.

A praça Rui Barbosa, mais conhecida como Praça da Estação, já abrigava a linha ferroviária antes mesmo da criação de Belo Horizonte. O local, que foi cenário da inauguração da nova capital de Minas, é o ponto de partida da série em comemoração aos 122 anos da cidade, que mostra a história da capital a partir de museus. As reportagens serão exibidas nos próximos dias 11, 12 e 13 de dezembro, nas duas edições do Jornal Minas (às 12h30 e às 19h30). A série promete uma viagem no tempo que surpreende pelo passado e aquilo que ainda permanece vivo nesse município, hoje um dos maiores centros urbanos do país.

Na primeira reportagem, que vai ar nesta quarta (11), Belo Horizonte é retratada pelo comércio, uma das principais atividades que ajudaram a cidade a prosperar. Na Praça da Estação, o jornalista Paolo Xavier relembra os serviços que foram criados através dos trens que corriam pelos trilhos da Estação de Ferro Central do Brasil, a primeira a entrar em Minas. Na reportagem, a história que se mantém viva no Ponto Cultural CDL e no Museu de Artes e Ofícios, com instalações que retratam o comércio que existia na capital, além de outras novidades. Paolo mostra que a beleza do antigo não permanece viva apenas em museus e molduras. Ele percorre pontos comerciais que resistem ao tempo e continuam conquistando a freguesia, como o centenário bar do Orlando; o Café Nice, que funciona há nove décadas; e a mercearia do Zé do Totó, inaugurada há 76 anos e ainda em plena atividade, sem perder as raízes.

No dia 12, quando a capital faz aniversário, o Jornal Minas vai até o Museu Abílio Barreto mostrar os primeiros meios de transporte da cidade. A mobilidade urbana é apresentada desde os extintos bondes, que cortavam a capital no início do século XX, até os ônibus, carros e metrô. O meio de transporte permite reviver o modo de vida dos primórdios de Belo Horizonte até o desenvolvimento da capital.

Na última reportagem, dia (13), destaque para a arquitetura que marca os contornos e as edificações de Belo Horizonte e que ainda são uma vitrine da cidade. O Jornal Minas conta sobre casas antigas que têm influência dos imigrantes e mostra o casarão do antigo Curral Del Rei.

Jornal Minas 122 anos - personagens

Série 122 anos de Belo Horizonte
11/12 – Comércio na capital
12/12 – Mobilidade urbana
13/12 – Arquitetura

       

Deixe um comentário