Crise energética é tema de série do Jornal Minas

Estamos à beira de uma nova crise energética? A resposta para essa pergunta pode indicar a necessidade de racionamento de energia, aumento da conta de luz e outros impactos na vida do cidadão. Para entender a real situação, a Rede Minas preparou uma série para falar sobre a situação das usinas hidrelétricas em Minas e a alternativas para a geração de energia. As reportagens vão ao ar do dia 31 de agosto a 3 de setembro, às 12h30 e às 19h30, no Jornal Minas 1ª e 2ª edição.

A estiagem e a situação crítica dos reservatórios das usinas hidrelétricas das regiões Sul e Sudeste do país ameaçam a nossa segurança energética e ligam o alerta de que a situação não vai bem. As 219 usinas hidrelétricas no país são responsáveis por 60% de toda a demanda e a equipe de jornalismo da Rede Minas foi até o Triângulo Mineiro para mostrar em detalhes o funcionamento de uma delas. A série vai falar também sobre a dependência desse tipo de geração, os impactos socioambientais, e o que vem sendo feito para espantar o fantasma do racionamento de energia, evento marcante do início dos anos 2000.

Ciência, meio ambiente, economia, além de fundamentais questões sociais estão presentes na série, que passou pelas cidades mineiras de Nova Ponte, Araguari e Monte Carmelo. Diferentes vozes ajudam a entender um cenário tão complexo e urgente: Do Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, ao pescador Levi Neves, que dedicou a sua vida inteira à pesca no Rio Araguari, passando pelo Gerente de planejamento energético Cemig, Ivan Carneiro, e pela professora Rosana Domingues, do Laboratório de Células Combustíveis (LAMPAC) da Universidade Federal de Minas Gerais.

O Jornal Minas 1ª e 2ª edição vai ao ar de segunda a sexta, às 12h30 e às 19h30. É possível acompanhar também a transmissão das duas edições do Jornal Minas pela página do Facebook. Acompanhe o jornal também pelo Instagram e YouTube.

Deixe um comentário