Clássico Blade Runner em especial do Cinematógrafo

Blade Runner é um dos principais clássicos do cinema. Seu estilo visual e narrativo influenciou e continua influenciando cineastas. Na semana de estreia de Blade Runner 2049, continuação do cult dirigido por Ridley Scott, o Cinematógrafo preparou um especial para relembrar a obra, com curiosidades e críticas do filme de 1982 e da nova produção.

Em 1982 – Relembrando a obra original

O crítico de cinema Pablo Villaça esteve nos estúdios da Rede Minas para uma participação especial no quadro “Ponto de Vista“. O simbolismo, as discussões existenciais, a fotografia e as atuações do clássico Blade Runner de 1982 são relembradas no papo de Fernando Tibúrcio com Pablo Villaça.

Já na estreia do quadro “Drops“, o Cinematógrafo mostra curiosidades da produção.

Em 2017… (ou 2049)

Após 35 anos da obra original, a expectativa para a sequência parece ser tão grande quanto o tempo de espera para esse novo filme. Antes mesmo de seu lançamento, o filme já estava sendo rotulado como um novo clássico. Será que a obra do diretor Denis Villeneuve realmente vale esse novo rótulo? É o que Fernando Tibúrcio revela na crítica de Blade Runner 2049.

Sobre o Cinematógrafo

O Cinematógrafo é um programa exclusivo para a web, que traz informações sobre o universo da sétima arte, como fatos, curiosidades, comportamento e tendências do mercado, em um formato leve e com linguagem acessível e descontraída. Conheça e acompanhe as novidades do Cinematógrafo nas redes sociais: YouTube e Facebook.

Vida longa ao cinema!

       

Deixe um comentário