Violência contra a mulher é tema de documentários na Faixa de Cinema

combo_cinema

A violência contra a mulher é o tema da Faixa de Cinema desta sexta, 15/11, às 23h30. Os documentários “A Violência contra a mulher é uma história real”  e “As rosas que não se calam – violência doméstica”  são resultados de produções acadêmicas da Universidade Positivo, em Curitiba (PR) e do Centro Universitário Faesa, em Vitória (ES), respectivamente.

As obras foram produzidas por jovens universitárias e trazem relatos de mulheres que confirmam o ciclo de agressão, experiências e histórias de sobrevivência. Os depoimentos dos documentários são marcados pelos distintos sotaques de diferentes regiões do país, mas que têm em comum a dor, o medo, o sentimento de humilhação e muitas vezes a noção de impotência diante ao agressor é algo comum e generalizado.

No âmbito nacional, falar de violência contra a mulher (física, sexual, psicológica, entre outras) é abrir um leque estatístico estarrecedor. O Ministério da Saúde revelou em outubro de 2019 que a cada quatro minutos uma mulher sofre violência física. Em Minas Gerais, o feminicídio aumentou 3,4% com relação a 2018, de acordo com de setembro de 2019.

Confira as sinopses:

A Violência contra a mulher é uma história real
O documentário “A Violência contra a mulher é uma história real” traz o relato de mulheres vítimas de violência doméstica nas cidades de Mafra (SC) e Rio Negro (PR), e mostra como as personagens foram impactadas pelo projeto de palestras intitulado “Dia Laranja”, o dia internacional da conscientização da violência contra a mulher que acontece em 25 de novembro.

A Violência contra a mulher é uma história real44min | 2018
Ficha técnica:
Produção: Giullia Buch, Hellen Barbosa, Maria Claudia Batista e Tais Carolina Vaz
Roteiro: Giullia Buch, Hellen Barbosa, Maria Claudia Batista e Tais Carolina Vaz
Edição: Maria Claudia Batista e Victor Paulino

As rosas que não se calam – violência doméstica
O documentário é resultado da disciplina Produções Especiais para Rádio e TV do Centro Universitário Faesa em Vitória e debate a partir de depoimentos e encenações, a situação de mulheres vítimas de violência doméstica e como conseguiram ultrapassar essa situação. Além das mulheres vítimas da violência, foram entrevistados uma psicóloga que ‘explica’ o ciclo da violência nesses casos e um agressor.

As rosas que não se calam18min | 2018
Ficha técnica:
Direção: Ana Luiza Gallon
Produção: Bruna Suellen e Manuela Santos
Câmera: Barbara Cristyna
Edição: Amanda Santos Moura
Orientação: Felipe Campo Dall’Orto

       

Deixe um comentário