Sertão mineiro e obra de Guimarães Rosa na Faixa de Cinema desta semana

traves_banner2

O sertão mineiro é o cenário da Faixa de Cinema desta sexta, 6/9, às 23h45, no documentário “Través”, do diretor Bernard Belisário. A obra é um registro do caminho percorrido por João Guimarães Rosa em maio de 1952, quando ele acompanhou a comitiva de vaqueiros que conduziu uma boiada pelo sertão mineiro e atravessou cenários que embasaram sua obra prima:  “Grande Sertão: Veredas”

Para reviver essa jornada de 1952 e explorar o mesmo território, o documentário seguiu os rastros dos vaqueiros, passando pelas mesmas fazendas e lugares, perfazendo os 240 quilômetros que separam Três Marias e Araçaí, na região central de Minas Gerais.  As descobertas são várias e novos personagens surgem como Tião Coelho, Martinho Pescador, Seu Peteca, Dona Elisa, Toninho Leiteiro e muito outros. Pela lente do diretor Bernad, 56 anos depois,  o jeito simples do sertanejo permanece no olhar e na fala daquela gente e o tempo é algo que não tem pressa nenhuma de passar.

O documentário foi produzido em 2008, pelo Bem Cultural – Núcleo de Registro do Patrimônio Cultural da Rede Minas, em comemoração ao centenário de nascimento de João Guimarães Rosa (1908 – 1967).

TRAVÉS
TravésFicha técnica
Direção: Bernard Belisário
Roteiro: Simone Paula Rêgo
Produção executiva: Benvinda Raquel
Imagens: José Geraldo da Silva
Edição e finalização: Felipe Coelho
Operação de áudio: Gabriela Damasceno e Rogério Nonato

       

Deixe um comentário