Resultado – Na trilha dos clássicos

Bom pessoal, chegou ao fim mais uma de nossas ações de incentivo a leitura. Confira as mensagens escolhidas pela nossa equipe de produção, que responderam à pergunta:

Você reserva um pouco do seu tempo para a leitura? Qual é a sua relação com os livros?

Ricardo Alberto – 1 (um) exemplar do livro “Peter Pan”, de J. M. Barrie.

“Normalmente leio jornais ou pela rede sociais (noticias, sobre saúde, alguns trechos bíblicos, gastronomia). Quando leio um livro costumo me sentir dentro da história acho legal fascinante participar desta viagem.”

Junio Ramos – 1 (um) exemplar do livro “Peter Pan”, de J. M. Barrie.

“Gosto muito de leitura, porém os livros acabam ficando de lado devido a falta de tempo e a correria do dia-a-dia. Nos tempos de hoje nosso cérebro está acostumado a receber informações do inicio ao fim, sem passar pelo meio! Mas ainda há tempo para nos corrigimos. Estou tentando! Mais uma boa oportunidade!”

Daniela Araújo – 1 (um) exemplar do livro “O Corcunda de Notre Dame”, de Victor Hugo.

“Reservar um tempo pra ler é sinônimo de dedicar um pedacinho do dia aos sonhos. Se deixar levar e transportar para mundos imaginários e mágicos. A relação com a leitura deve ser exatamente assim: leve, despretensiosa e de braços abertos prontos para abraçar o desconhecido e fantasticamente novo!”

Rosália Silva Bicalho – 1 (um) exemplar do livro “O Lobo do Mar”, de Jackie London.

“Ler. O verbo que mais conjugo na primeira pessoa. Os livros foram instrumentos libertários em minha vida. Inicialmente, ampliaram minha visão para novos horizontes, abastecendo meu vocabulário e imaginação. Após, partes do meu dia a dia, onde há uma afetividade recíproca entre nós. Preciso deles, como eles de mim… E vou tecendo minha vida em letras e números de exemplares, por prazer em ser mais culta, dinâmica e perspicaz. Mas não somos egocêntricos, todos os quantos li, por mim foram presenteados, doados, dados, repassados, emprestados sem retornos. Minha biblioteca está em mim, porque os livros me criam, me recriam. Somos um.”

João Henrique Eugênio Moreira – 1 (um) exemplar do livro “O Lobo do Mar”, de Jackie London.

“Meu gosto pela leitura veio de criança. Eu ia para a fazenda todos os finais de semana com minha família, e como não tinha amigos de brincadeiras, encontrava companhia nos livros. Toda sexta, eu pegava dois livros na biblioteca da escola e imergia neles por todo o sábado e domingo. Os livros viraram meus tesouros, meu porto seguro. O amor é tanto que transformei metade do meu armário de roupas em prateleiras, pra guardar bem os meus preciosos. Hoje não tenho tanto tempo mais para sumir do mundo dentro de um livro, mas sempre tenho uma obra comigo e leio quando posso. Nem que seja apenas antes de dormir, para que a história do livro já me embale o sonho.”

Obrigado a todos que participaram.

       

Deixe um comentário