NFTs, que dominam um novo mercado da arte e da tecnologia, são tema do Brasil das Gerais

Atração fala sobre o ativo digital NFT (Tokens não fungíveis) que movimenta a produção artística online, conquista consumidores e valem milhões

Paulo Vitor Ribeiro (PV), Celina Lage, Felipe Canedo e Paulo Henrique Susu

A era digital está no ápice e a arte não escapa. Hoje produtos como as chamadas criptoartes se tornaram valiosos. Famosos, como o jogador Neymar, desembolsam milhões para adquirir imagens que colorem as telas e, de brinde, dão passaportes para uma espécie de clube que dá benefícios para essa nova leva de consumidores. Esse negócio não está restrito à arte e tem nome próprio: NFT.

O Brasil das Gerais dedica o programa desta quinta (12), às 13h, para falar sobre os ativos digitais criados a partir da tecnologia que têm certificado que atesta autenticidade e exclusividade. São artes gráficas, músicas ou até um tweet famoso que valem dinheiro.

Com a palavra…

Para falar sobre o assunto, a jornalista Patrícia Pinho recebe a professora de Artes da UEMG, Celina Lage, e o professor de Desenvolvimento de Interface Gráfica, Paulo Henrique Susu. Na atração, eles explicam a novidade, como ela se difere da criptomoeda e o mercado de criação e negócios. O programa ainda conta com o depoimento do professor da UFMG, Fabrício Polido, que explica o direito autoral no mundo digital e os bens infungíveis. Ainda tem o projeto do Aglomerado da Serra que valoriza a arte das comunidades periféricas por meio da inclusão digital com NFTs. A iniciativa vai premiar artistas com premiação em criptomoedas e exposição em galeria virtual.

Quando assistir?

O Brasil das Gerais vai ao ar nesta quinta-feira (12), às 13h, pela TV e aqui no site.

Deixe um comentário