Música, cultura e negritude no Coletânea especial Consciência Negra

Dia 20 de novembro é celebrado o Dia Nacional da Consciência Negra. Pensando na importância dessa data, o Coletânea preparou um programa especial que será exibido neste sábado, 23, às 15h. A atração, que já tem o costume de dar abertura a diversos ritmos e estilos, sem preconceito, convidou a bailarina, pesquisadora e intérprete Camilla Souza e o ator, produtor e cineasta Gabriel Afonso para assumirem a apresentação do programa e baterem um papo descontraído sobre música, cultura, negritude, afeto e sonhos. Tudo isso, é claro, acompanhado de clipes poderosos, tanto no som quanto visualmente.

Consciência só em novembro? É com esse questionamento que o programa começa a reflexão com Camilla e Gabriel, que conversam sobre a democratização do alcance da arte com o surgimento de plataformas como a internet, além das diferenças entre a vida real e a virtual, especialmente nas formas em que a beleza do negro é vista na rua e na internet. A representatividade, o corpo e os estereótipos na música também são tema do bate papo.

Já na trilha sonora, a diversidade de sons está garantida com rap, rock, pop, mpb e blues, e o público pode esperar de artistas clássicos e consagrados como Nina Simone e Sister Rosetta Tharpe a artistas da cena local, como Douglas Din e Djonga.

coletanea_consciencianegra_bastidores

       

Deixe um comentário