Mulhere-se apresenta e debate os direitos das idosas

A Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 colaborou para garantir diversas leis que atendem as demandas de diversos grupos sociais, possibilitando à pessoa idosa novas perspectivas enquanto cidadãs. Porém, muitas vezes elas não têm acesso nem oportunidade de saber sobre os seus direitos. Em dois episódios da série Mulheres de Lei, o Mulhere-se debate os direitos das mulheres idosas.

No episódio “História Viva”, Dona Angelita e Dona Terezinha Santos abordam necessidades e direitos das mulheres idosas à luz do Estatuto do Idoso. Sentimentos como solidão e as violências sofridas por progenitoras dos lares também são abordados. Andreia de Jesus, advogada popular, comenta sobre a Política Nacional do Idoso.

Como o envelhecimento pode nos ajudar a refletir sobre a nossa história? Em “O silêncio nunca esteve tão vazio”, Maria Mazarello Rodrigues e Édna Cândida trazem questões de gênero e poder na historiografia das mulheres, falando sobre avanços das lutas e conquistas através de projetos de memória com uma perspectiva histórica. Andreia de Jesus, advogada popular, comenta sobre o artigo 9° do Estatuto do Idoso.

Conheça a página especial da série Mulheres de Lei, do Mulhere-se.

       

Deixe um comentário