Mineiridades, celebrações e muitas novidades movimentaram o mês de outubro

Novidades não faltaram em outubro na Rede Minas. Em comemoração aos seus 35 anos, foi lançada uma nova grade de programação com novos programas, novas temporadas e novas parcerias. Uma das novidades é o Estações, que resgata a memória de Minas Gerais e do seu povo, conectadas por onde os trens passavam.

Estações - estreia

Em 2019, Célio Balona celebra 80 anos de idade e 65 de carreira. Ao longo de outubro, o Noturno exibiu shows comemorativos do musicista e o Harmonia também teve uma edição inteiramente dedicada ao grande acordeonista.

A cultura de Araxá, no Alto Paranaíba, foi destaque no Jornal Minas, que mostrou os segredos da produção de queijos artesanais na região (sabe a diferença entre o modo de cortar queijo mineiro e paulista?), os encantos turísticos do Grande Hotel e das termas, e embarcou nas lendas e histórias da mítica Dona Beja.

O Jornal Minas ainda começou a exibir a série “Minas Imaterial”, que mostra as riquezas do nosso estado e os saberes da mesa.

Minas Imaterial

No Dia das Crianças, a Rede Minas exibiu uma programação especial que contou com a exibição de curtas, animações e o musical “O Tubarão Martelo e os Habitantes do Mar”. O Alto-Falante teve um bloco totalmente feito por e para as crianças. A nostalgia invadiu o Coletânea, que relembrou hits que marcaram a infância da galera.

O Agenda agora está no Spotify! Semanalmente o programa atualiza uma playlist com todas as faixas, artistas e lançamentos que passaram pela atração.

       

Deixe um comentário