Justiça e Democracia no Voz Ativa

Numa sociedade dividida, pelo menos num aspecto todos concordam: o momento é de grandes perguntas. Como fica o país depois da ordem de prisão do ex-presidente Lula? Qual será o impacto da decisão da Justiça na eleição de 2018? O Poder Judiciário sai enfraquecido desse episódio? A democracia brasileira corre perigo? Como as forças sociais vão se articular a partir de agora para superar o clima de divisão presente na sociedade?

Essas são algumas questões que ocupam a atenção dos cidadãos brasileiros. E são também os temas do programa Voz Ativa Especial, que vai ao ar nesta segunda-feira, dia 9, às 22h15, na Rede Minas. Em vez de trazer apenas um entrevistado, foram convidados juristas, cientistas políticos e jornalistas, que irão debater a relação entre política e justiça, eleições, impacto na economia e desafios para a democracia.

O apresentador Florestan Fernandes terá na bancada o cientista político Leonardo Avritzer, professor titular da UFMG e autor, entre outros, do livro “Impasses da democracia no Brasil”, um estudo sobre a política no Brasil contemporâneo. Participa também do programa a professora de direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Margarida Lacombe, o jornalista do El País, Felipe Betim, e a pesquisadora e cientista política, Sônia Fleury, autora, entre outros, de “Estado Sem Cidadão”.Da área jurídica, o Voz Ativa Especial contará com a presença do constitucionalista Marcelo  Cattoni, professor da Faculdade de Direito da UFMG, um dos autores do livro “O Impeachment e o Supremo Tribunal Federal: História e Teoria Constitucional Brasileira”.

Justiça e democracia
 

O programa também é transmitido ao vivo pela webaqui no site da Rede Minas e na página do programa no Facebook, e também conta com cobertura no Twitter. A reapresentação na Rede Minas é sábado, às 21h45. Em edição especial para rádio, o Voz Ativa é apresentado às terças-feiras, às 21h, na Inconfidência FM. Aos domingos, o programa vai ao ar pela Inconfidência AM às 22h.

Voz Ativa oferece canais abertos com o público para poder comentar, sugerir temas e entrevistados via redes sociais, nos seguintes endereços: FacebookTwitterInstagram e YouTube.

       

Deixe um comentário