Documentário “O Bagre Africano de Ataleia” explora o imaginário no sertão mineiro

combo_bagre

Um peixe extraordinário subverte as leis naturais e aterroriza o imaginário popular no interior de Minas Gerais. Alguns dizem que é impossível capturá-lo vivo. Outros atribuem a ele o desaparecimento de pessoas e animais. Na pequena cidade de Ataléia, são tempos de suspense: cada um à sua maneira, todos estão à procura do monstro.

O documentário “O Bagre Africano de Ataleia” relata a história na Faixa de Cinema desta sexta, 14/06, às 23h45. A obra é dirigida por Gustavo Jardim e Aline Xavier Mineiro.

Gustavo Jardim trabalha como pesquisador e realizador audiovisual. Diretor de filmes documentais e experimentais, tem trabalhos audiovisuais premiados no Brasil e no mundo. Aline Xavier Mineiro realiza registros documentais da cultura material popular e projetos voltados à interseção entre arte, práticas sociais e memória. Em fluxo, a artista realiza expedições e pesquisas de campo, em processos experimentais e colaborativos.

Ficha técnica
Duração: 46 min
Direção: Gustavo Jardim e Aline Xavier Mineiro
Elenco: Carlos Gomes, Guy Lessa, João Honório, José Fernandes, Josefina Lemos Pereira, Lucas Lemos Pereira, Manoel Marques Lima, Modad Alchaar, Nivaldo Português, Salvador Freitas Botelho, Sebastião Estevão Lima, Soraia Kretli, Vieira Rodrigues, Zarife Alchaar, Zé das Botas
Roteiro: Guilherme Lessa
Produção: Mariana Andrade
Empresa Produtora: 88 Filmes, DuRolo, Olada
Direção de Fotografia: Bernard Machado e Lucas Barbi
Som Direto: Victor Dias
Montagem: Rita Pestana
Trilha Sonora: Liga Lingha

       

Comentários

Deixe um comentário