Diversidade sexual e de gênero são temas de campanha da Rede Minas

combo_imagens_diversidade

Durante o mês de junho a Rede Minas apresentará em sua programação conteúdos especiais com foco na diversidade sexual e de gênero. Participarão dos programas convidadas(os) de diferentes segmentos da sociedade, que falam sobre as diferenças observadas entre gerações em relação a aspectos do trabalho, educação, cultura, comunicação e mídias – tudo isso do ponto de vista da população LGBT e do seu dia a dia.

O tema será abordado na campanha “Iguais na diversidade”, produzida com a participação das ongs Cellos – Centro de Luta pela Livre Orientação Sexual de Minas Gerais, e Transvest. Convidados e representantes dos movimentos destacam a importância de assumirem sua identidade, com frases como: “Ser LGBT é ser gente. É saudável. É liberdade” e “Assumir minha identidade é ter coragem de ser quem sou”.

A pauta que já é abordada nos programas da emissora ao longo de todo o ano, será intensificada em atrações como Sou 60, Opinião Minas, Palavra Cruzada, Brasil das Gerais, Alto-Falante, entre outras. Os conteúdos temáticos também farão parte da interprogramação da Rede Minas.

Confira os destaques:

Sou 60 – 03/06 – 9h30

Confira a reapresentação do programa que falou sobre idosos LGBT!

Palavra Cruzada – 06/06 – 21h15

O programa discute as políticas públicas e desafios enfrentados pelas pessoas LGBT.

Brasil das Gerais – 07/06 – 17h15

Estreia do quadro semanal com conteúdos sobre diversidade, respeito e felicidade.

> Faixa de cinema – 08/06 e 15/06 – 23h45

A sessão de cinema na sexta, 08/06, apresenta obras com a temática da diversidade sexual. Confira as três obras: Maravilhosa (de Augusto Brasil), Na esquina da minha rua favorita com a tua (de Alice Bomtempo), e A vida que não cabe (de Baruc Carvalho Martins).

No dia 15/06, a temática é apresentada pelo documentário “A fé que nos une”, que fala sobre o trabalho de igrejas inclusivas em BH.

No dia 22/06, serão quatro curtas: “Travessia”, “Belize”, “Exuberância” e “Na Esquina da minha rua favorita com a sua”.

Já na última sexta do mês, dia 29, será exibido o filme “Aborta o Machismo -em resistência pela subjetividade”, ganhador do prêmio de Melhor Roteiro de Não Ficção na Intercom – Sudeste 2018.

 

Alto-Falante – 09/06 – 17h

O programa apresentará o clipe “Manifestação”, feito pela Anistia Internacional, com a participação de vários artistas brasileiros para marcar os 70 anos da Declaração de Direitos Humanos.

       

Deixe um comentário