Destaque da Faixa de Cinema traz perspectiva feminina da Inconfidência Mineira

Créditos: Luís Abramo

A Faixa de Cinema desta sexta (29), às 23h, exibe o drama histórico “Vinho de Rosas“, de Elza Cataldo. A obra, de 2005, traz um retrato do Barroco mineiro, em um resgate lírico e poético da história do Brasil.

Na obra, que mostra um outro lado da Inconfidência Mineira, a personagem Joaquina, interpretada pela atriz Amanda Vargas, descobre que é filha de Tiradentes e que a mãe está viva. Decide mudar o seu destino e, assim, vai revelando o que aconteceu com as mulheres dos Inconfidentes. Resgatar o esquecido universo das mulheres de um tempo marcado por contestação e idealismo é premissa do longa. Paisagens do interior mineiro, como Ouro Preto e a Serra do Cipó, além da cidade fluminense de Parati, marcam visualmente o filme.

Elza Cataldo é diretora, produtora e roteirista. Com curso em Cinematografia pela Universidade de Nanterre e Doutora pela Sorbonne, França, foi também professora e pesquisadora pela Universidade Federal de Minas Gerais. Entre seus trabalhos, estão o filme de longa-metragem “Vinho de Rosas”, o filme de curta-metragem “O Crime da Atriz”, o documentário “A Santa Visitação” e os curtas “O Ouro Branco”, “Lunarium” e “A Má Notícia”. Também é diretora, produtora e roteirista do filme de longa-metragem de ficção “As Órfãs da Rainha” e do documentário “O Levante de Bela Cruz”.

FICHA TÉCNICA:
Direção: Elza Cataldo
Direção de Fotografia: Luís Abramo
Direção de Arte: Nélio Ribeiro
Figurino: Sayonara Lopes
Cenário: Lila Lessa
Consultoria de Arte: Marney Heitmann
Montagem: Mauro Alice
Direção de Produção: Anderson Faria
Trilha Sonora: Caxi Rajão
Direção de Sim: Nathalia Rabzuk e Luiz Adelmo
Mixagem: José Luiz Sasso

Deixe um comentário