Cobertura carnaval de BH – Domingo

O carnaval de Belo Horizonte segue arrastando multidões em várias regiões da capital mineira e nem a chuva ou o tempo fechado tem afastado os foliões de se divertirem e acompanharem os mais de 300 blocos de rua da cidade. Neste domingo (26), segundo dia de folia, a Rede Minas destacou em sua cobertura o crescimento do carnaval de BH, que apresenta desafios de organização e segurança na folia, além de ser cada vez mais inclusivo nas ocupações do espaços públicos.

A Polícia Militar de Minas Gerais aumentou em 30% o efetivo para o carnaval no estado. Apesar do policiamento maior nas ruas, ainda é necessário seguir algumas orientações de segurança para curtir a folia com tranquilidade. Para saber mais sobre o assunto, confira ainda o Opinião Minas que falou sobre a segurança no carnaval, em conversa com Ermelinda Ireno, Superintendente do Consórcio Mulheres das Gerais, e Flavio Jackson Ferreira Santiago, Major da Polícia Militar de Minas Gerais e Chefe da Sala de Imprensa da PMMG.

Preconceito zero! O carnaval de BH tem se mostrado aberto a vários ritmos, cores e tribos. Neste domingo, a animação e a inclusão acompanharam o bloco Todo Mundo Cabe No Mundo, que tem o artista plástico Marcelo Xavier como idealizador.

Para quem perdeu algum documento durante o carnaval de Belo Horizonte, a Belotur disponibiliza dois pontos na capital mineira com o serviço de Achados e Perdidos para facilitar a vida dos foliões.

Carnaval também é época de solidariedade. Em função da baixa no estoque de sangue, algumas unidades da Fundação Hemominas estão funcionando no carnaval. Não ter ingerido bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação de sangue é um dos pré-requisitos.

A chuva também atingiu a Região Metropolitana de Belo Horizonte neste domingo, mas bastou ela dar uma trégua em Sabará para rapidamente os foliões tomarem conta da praça principal da cidade. Diversas famílias aproveitaram para curtir os tradicionais blocos de Sabará.

Confira a cobertura completa da Rede Minas do carnaval 2017.

       

Deixe um comentário