Carnaval de todas as tribos

Com centenas de blocos nas ruas, a diversidade toma conta de Belo Horizonte. E quem nunca imaginou misturas inusitadas, está aproveitando os diferentes ritmos. Até o rock ganhou espaço na folia.

A diversidade de propostas entra na rua, em casas de shows, parques, praças e centros culturais. Tem bloco pra todas as idades e todos os gostos. O Agenda conversou com alguns artistas que fazem um carnaval bem diferente do tradicional.

Além da diversidade dos blocos e estilos, cresce no carnaval o engajamento político dos blocos. A tradição, as manifestações que tais grupos apresentam e, também, um pouco da história dos blocos e do carnaval da cidade foram tema da conversa com Carlos Linhares, vocalista do Grupo Nem Secos, e Marcos Valério Maia, historiador, no Opinião Minas.

Confira a cobertura completa da Rede Minas do carnaval 2017.

       

Deixe um comentário