Alternativas para as barragens de mineradoras

Acidentes com barragens de rejeitos de mineradoras se repetem há anos em Minas Gerais. O último, antes da tragédia de Bento Rodrigues, foi há pouco mais de um ano, em Itabirito, quando uma cratera enorme foi aberta por uma enxurrada de lama. Três pessoas morreram. Especialistas alertam sobre as falhas na fiscalização, número reduzido de fiscais e equipamentos sucateados.

A equipe da Rede Minas ouviu especialistas para analisar a situação das barragens de rejeitos e as alternativas para seu uso.

       

Comentários

Deixe um comentário