5 meses da tragédia em Bento Rodrigues

bento

Cinco meses após o rompimento da barragem em Bento Rodrigues, as melhores notícias que chegam aos atingidos são as que resultam de ações de solidariedade e as piores da burocracia e da lentidão da justiça. As doações em dinheiro recolhidas em manifestações de apoio da sociedade foram distribuídas há uma semana e 306 famílias receberam 2.614 reais cada.

A Samarco e suas acionistas assinaram no último dia 2 de março acordos com o governo federal e com os estados atingidos para acelerar as medidas de recuperação social, ambiental e econômica das regiões afetadas. O acordo prevê a criação de uma fundação que será mantida pela Samarco para implantar cerca de 40 programas.

Entretanto, a cobrança sobre a mineradora é enorme porque a primeira parcela do dinheiro, dois bilhões de reais, ainda não foi paga e a negociação do local para a reconstrução das cidades destruídas não prosseguiu. Outro problema é a distribuição da ajuda mensal, que a empresa afirma ter distribuído para mais de quatro mil famílias ribeirinhas, mas vários moradores de Barra Longa protestaram em frente a um dos escritórios da empresa afirmando descaso da mineradora.

       

Deixe um comentário